Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

RS: Secretaria da Agricultura homenageia 70 anos da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos

postado em 20/01/2012

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Em almoço realizado na sede da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, ontem (19), o secretário Luiz Fernando Mainardi entregou ao presidente da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (Arco) uma placa em homenagem aos 70 anos da entidade. Para Mainardi, a Arco se constitui em um braço operacional para execução das políticas públicas que buscam o fortalecimento da ovinocultura. O trabalho da entidade qualifica a ovinocultura, valoriza as raças e cria condições para o aumento da renda dos produtores.

"Em função dos bons preços da carne e da lã, especialmente, com uma grande demanda interna e externa pela carne", a ovinocultura vive um momento de recuperação, afirmou o secretário, destacando que o consumo interno vem crescendo principalmente porque nos últimos anos houve crescimento de renda da população. "Temos no Brasil hoje uma classe média que corresponde em número a população total da Argentina", exemplificou.

Ele enfatizou que tanto a Arco como a Secretaria da Agricultura estão desafiadas a executar ações que deem sustentabilidade a esse novo momento, com ampliação da produção, regularidade na produção e compromisso com produtos de qualidade.

O presidente da Arco, Paulo Schwaab, lembrou que a entidade foi criada em 1941 a partir do trabalho do veterinário Geraldo Nunes Vieira, funcionário da Secretaria da Agricultura. Foi firmada parceria com o Governo do Estado, que cedeu técnicos para atuarem na entidade na década de 50 e, nos anos 70, ocorreu a expansão da atuação para o nível nacional, com o apoio do então ministro Cirne Lima.

"Hoje estamos empenhados na revitalização do setor, pois temos uma das melhores genéticas do mundo, um grande espaço para crescer e nos transformar de importador de carne, lã, pele e leite ovino em exportador", afirmou Schwaab, para logo em seguida reconhecer que o Programa Mais Ovinos no Campo, uma das primeiras ações do atual Governo do Estado, tem dado uma grande contribuição para esta "virada de jogo".

As informações são do Governo do Rio Grande do Sul, resumidas e adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade