Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Seguro agrícola é ampliado e vai beneficiar 96 mil produtores

postado em 05/06/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Atendendo a uma das principais reivindicações do setor agropecuário, o governo federal ampliou em 75% o valor do subsídio ao seguro rural, considerado importante instrumento para evitar quebra de produtores, diante de prejuízos decorrentes de alterações climáticas, como estiagem e geadas. A quantidade de dinheiro envolvido passou dos R$ 400 milhões, das safras anteriores, para R$ 700 milhões.

A medida, anunciada ontem (04), faz parte do Plano Agrícola e Pecuário 2013/2014, por meio do qual serão ofertados R$ 136 bilhões para financiamentos de custeio e comercialização e para programas de investimento para a próxima safra.

De acordo com a presidenta Dilma Rousseff, serão adotados novos procedimentos para definir a destinação da parcela do prêmio. Será dada prioridade a regiões e produtos específicos. O plano prevê que 75% do valor total do seguro serão relacionados a regiões e produtos prioritários, com subvenção de 60% do seguro.

"A parcela do prêmio do seguro subvencionada será maior nas regiões e nos produtos priorizados, resultando em política de subvenção mais focalizada e mais adequada para dar segurança ao produtor", disse, a presidenta Dilma, durante lançamento do plano.

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, destacou que a expectativa é que a medida permita segurar uma área superior a 10 milhões de hectares e beneficiar 96 mil produtores.

A presidenta da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), senadora Kátia Abreu (PSD-TO), elogiou o plano e enfatizou que a pretensão dos produtores é que o seguro rural deixe de ser um "choro, um clamor de uma categoria" para se transformar em uma política de Estado. 

As informações são da Agência Brasil, adaptadas pela Equipe AgriPoint. 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade