Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Uruguai: aumento nas exportações do setor ovino

postado em 05/07/2006

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Durante os primeiros seis meses da safra de 2005/06, as exportações do setor ovino do Uruguai (lãs e produtos de lãs, carne ovina, peles lanares e ovinos em pé) totalizaram um aumento de 7,9%, com um total de US$ 139,5 milhões, com relação ao mesmo período da safra anterior.

Com relação às exportações de lã e produtos de lã, o Uruguai registrou no período um total de US$ 100,9 milhões, o que denota um aumento de 8% com relação ao mesmo período de 2004/05.

Considerando as exportações de lã desde seu estado natural até as primeiras etapas de processamento (cardada), o Uruguai exportou no período 31 milhões de quilos, que representa um aumento de 40,5%. Do total, 69,8% corresponderam à lã cardada, 21,7% à lã suja e os 8,5% restantes à lã lavada.

A China segue sendo o principal destino da lã uruguaia em termos de valor, com compras de mais de US$ 36 milhões, ou seja, 32,2% a mais do que na safra anterior.

A China importou 99,2% da lã suja do Uruguai exportada neste período, aumentando em 172% com relação ao período anterior.

No entanto, no que se refere à lã cardada, a Itália lidera pelo segundo mês consecutivo as compras desse produto, com 28,6% do total exportado.

Tabela 1: Exportações do setor ovino do Uruguai, em dólares


Fonte: Secretariado Uruguaio de la Lana, com base nos dados da Dirección Nacional de Aduanas do Uruguai.

A reportagem é do site Adnmundo.com.

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade