Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Uruguai busca melhorar sanidade dos rebanhos para obter alta safra de cordeiros

postado em 29/02/2012

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

As boas perspectivas para carne e lã impulsionam os produtores uruguaios a reter uma maior quantidade de ventres antecedendo uma nova encarneirada. O Secretariado Uruguaio de Lã (SUL) está pedindo que se mantenha a boa sanidade e que se obtenha uma alta señalada - momento de desmame e identificação dos animais.

Em 2011, a señalada de cordeiros esteve ao redor de 75%. Agora, as boas perspectivas para carne e lã com preços altos e demanda garantida, acompanhado de uma boa sanidade, impulsionam os técnicos do SUL a pensar que a porcentagem pode aumentar nessa nova safra.

Porém, para conseguir uma porcentagem maior de cordeiros, é necessário que as ovelhas cheguem com um bom peso e com uma sanidade ótima no momento da encarneirada (fim de março ou abril), além de contar com carneiros de alto potencial.

"Penso que se manterá a alta porcentagem de cordeiros desmamados nessa encarneirada. Esses anos têm sido relativamente secos, o que faz com que as ovelhas estejam em bom estado e que os produtores fiquem entusiasmados com o setor", disse o coordenador da equipe veterinária do SUL, Jorge Bonino Morlán. Para ele, "soma-se um cenário de preços muito bons e perspectivas excelentes, tanto para a carne, como para a lã. A ovelha cumpre um rol importante complementando qualquer sistema de produção, seja com bovinos ou agrícolas. Hoje, está dando um retorno interessante nos estabelecimentos agropecuários".

Bonino garantiu que os produtores estão retendo uma maior quantidade de ventres possível, como se viu na produção de cordeiros pesados de 2011. "Nós recomendamos, aos produtores que pretendem comprar ovelhas, atenção especial na sanidade e nutrição dos animais, pois assim, eles podem chegar ao encarneiramento com bons pesos e consequentemente boas porcentagens de prenhes".

"Quem tem ovelhas sabe que uma boa medicação evita os problemas gerados por parasitoses internas. Também, é necessário aproveitar o momento seco para examinar o rebanho e revisar bem as patas. Deve-se eliminar os animais que têm problemas nas patas".

A reportagem é do El País Digital, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade