Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Uruguai venderá carne ovina ao México

postado em 21/08/2009

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Os presidentes do Uruguai e do México, Tabaré Vázquez e Felipe Calderón, assinaram o acordo que conclui as limitações jurídicas para a venda de carne ovina sem osso ao México. Segundo porta-vozes da Chancelaria, faltam resolver os aspectos práticos para tornar o convênio operacional.

"Já está aberto o mercado de carne ovina sem osso para o mercado mexicano", disse o presidente Vázquez após assinar uma declaração conjunta com o mexicano Calderón. Ele disse que a geração de atividade comercial dos interesses empresariais não é competência dos estados. "Os governos podem melhorar e estabelecer marcos que melhorem as possibilidades de intercâmbio comercial dos países, mas quem tem que fazer os negócios e melhorar o intercâmbio comercial não é o Governo, que não tem nada para vender; é a atividade privada, que tem que submergir nessa tarefa".

O Uruguai firmou com o México, também, um acordo de "aliança estratégica". O chanceler Gonzalo Fernández explicou que esse acordo permite "intensificar as consultas públicas e favorece a relação comercial". Ele considerou que a melhora das relações permitirá negociar a entrada de outro tipo de carne, como ovina com osso, no México.

O diretor de Assuntos Econômicos da Chancelaria, Walter Cancela, explicou que o acordo assinado pelos presidentes implica que os aspectos jurídicos da abertura do mercado ovino para as carnes uruguaias foram resolvidos. "Agora, é necessário tornar isso operacional, avançar nas certificações e assuntos práticos".

Uma das primeiras medidas para resolver para a entrada de carne ovina é a convocatória à Comissão Administradora do Tratado de Livre Comércio (TLC).

A reportagem é do El País Digital, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade