Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Uso do feno de maniçoba reduz idade de abate de cordeiros e cabritos

postado em 27/06/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O uso do feno de maniçoba como alimento para cordeiros e cabritos possibilita a redução em seis meses da idade de abate dos animais, segundo a Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba (Emepa). A empresa desenvolveu uma alimentação alternativa com a maniçoba, planta nativa da caatinga, que vem permitindo o ganho de peso satisfatório aos animais em terminação.

O pesquisador Felipe Queiroga Cartaxo, responsável pelos experimentos realizados na Estação Experimental Benjamim Maranhão, falou em entrevista ao Prosa Rural sobre as vantagens desta tecnologia. "Estudos realizados na Emepa, com dietas completas, ou seja, o feno de maniçoba misturado aos concentrados, reportaram que, para cordeiros terminados em confinamento, houve um ganho de peso diário de 291 gramas e, para os cabritos, de 183 gramas", destaca.

Segundo o pesquisador da Emepa, com esse ganho, pode ser feito o abate dos animais ao seis meses de idade, com mais de 30 quilos de peso vivo, reduzindo pela metade o tempo de abate, que, normalmente, é de doze meses.

A maniçoba é encontrada nas diversas áreas que compõem o semiárido nordestino. Tem sabor agradável e boa digestibilidade. Felipe Cartaxo explica que, na sua forma natural, apresenta o ácido cianídrico, que é tóxico e, dependendo da quantidade ingerida, pode até matar os animais. Mas esse ácido é facilmente volatizado, reduzido a gás, quando a planta é triturada e submetida à desidratação. Daí a necessidade da secagem por 48 a 72 horas.

O feno de maniçoba é uma alternativa para o pequeno agricultor alimentar o seu rebanho em época de estiagem. De acordo com a Emepa, a pesquisa mostrou que este feno pode suprir muito bem as necessidades nutricionais dos cordeiros e cabritos. "O feno de maniçoba apresenta boa aceitação pelos animais, no entanto, quando se desejar obter maiores ganhos de peso, é necessário misturá-lo com concentrados energéticos como milho, mandioca e sorgo ou com proteicos como torta, farelo de algodão e farelo de soja", ressalta Felipe Cartaxo.

As informações são da Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba (Emepa), resumidas e adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade