Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Valor das exportações de carne de cordeiro da Austrália atingiu recorde em 2011-12

postado em 21/08/2012

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O valor das exportações de carne de cordeiro da Austrália em 2011-12 aumentou 3% com relação ao ano anterior, para A$ 1,09 bilhão (US$ 1,13 bilhão) FOB - o maior total fiscal em um ano registrado, de acordo com dados do Global Trade Atlas. Entretanto, embora os valores tenham aumentado 3%, o total dos envios aumentou 11% (173.814 toneladas, de acordo com dados do Departamento de Agricultura, Pesca e Silvicultura), mostrando um declínio no retorno por tonelada aos exportadores australianos em 2011-12.

Contribuindo para o menor retorno por tonelada em 2011-12 esteve o alto dólar australiano e a menor demanda em mercados importantes, que estão cada vez mais conscientes sobre a questão de preços, favorecendo itens de proteína mais baratos. Além disso, a maior competição com a carne de cordeiro da Nova Zelândia nos primeiros seis meses de 2012 pressionaram os preços de importação em importantes mercados, como Estados Unidos, Oriente Médio e China.

Os Estados Unidos foi o mercado mais valioso para a carne de cordeiro da Austrália em 2011-12, apesar de os retornos terem caído 9% com relação ao ano anterior, para A$ 303,9 milhões (US$ 316,59 milhões) FOB. Para o mesmo período, os volumes aumentaram 4%. Os Estados Unidos representaram 28% de participação total no valor das exportações australianas para o ano, 3% a menos que no ano anterior, refletindo uma menor demanda dos Estados Unidos e os preços para cortes de maior valor.

O Oriente Médio continua com seu crescimento estável em 2011-12, com as exportações de carne de cordeiro a essa região no valor de A$ 249,6 milhões (US$ 260,02 milhões) FOB - 15% a mais que no ano anterior. Desde 2006-07, os retornos das exportações australianas de carne de cordeiro do Oriente Médio aumentaram 198%, ou A$ 166 milhões (US$ 172,93 milhões) FOB - representando 23% dos retornos totais de exportação em 2011-12.

Os valores das exportações à Grande China também aumentaram em 2011-12, aumentando 9% com relação ao ano anterior, para A$ 118,8 milhões (US$ 123,76 milhões) FOB - principalmente composto por envios de carne de cordeiro congelada. Os retornos ao Sudeste da Ásia permaneceram relativamente firmes com relação ao ano anterior, em A$ 64,9 milhões (US$ 67,61 milhões) - representando 6% de participação de mercado em volume e em valor.

O valor da carne de cordeiro australiana exportada à União Europeia (UE) em 2011-12 declinou 7% com relação ao ano anterior, apoiado por uma queda de 14% nos volumes exportados. O mercado europeu teve um papel importante, influenciando nos retornos comerciais em 2011-12, particularmente em termos de impacto sobre o fluxo comercial da Nova Zelândia. Como principal mercado neozelandês, a baixa demanda na UE, combinada com um dólar neozelandês recorde com relação ao Euro, fizeram com que os exportadores desse país desviassem produtos a outros mercados, que aumentaram a competição e influenciaram os retornos aos produtos australianos.

O maior crescimento registrado em 2011-12 foi no valor dos envios a países fora dos cinco principais destinos de exportação, representando A$ 258 milhões (US$ 268,77 milhões) FOB, ou 24% do total das exportações de carne de cordeiro. Apoiando esse aumento, esteve o crescimento no valor dos envios ao Japão - aumento de 3%, para A$ 62,8 milhões (US$ 65,42 milhões); Canadá - aumento de 22%, para A$ 48,9 milhões (US$ 50,94 milhões); Papua-Nova Guiné - aumento de 21%, para A$ 39,5 milhões (US$ 41,14 milhões); e África - aumento de 31%, para A$ 25,6 milhões (US$ 26,66 milhões).

Em 20/08/12 - 1 Dólar Australiano = US$ 1,04176
0,95953 Dólar Australiano = US$ 1 (Fonte: Oanda.com).

A reportagem é do Meat and Livestock Australia (MLA), traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade