Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você já teve problemas com predadores na sua propriedade?

postado em 01/11/2012

35 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Ataques de onças, cachorros e outros animais de maior porte a rebanhos de ovinos e caprinos são comuns. Em virtude disso, é necessária a proteção do rebanho, quer por cercas elétricas, telas especiais e até mesmo cães de guarda, pois a predação dos animais, em especial as fêmeas em período de gestação, consiste em um problema real e presente em muitas propriedades do país, sendo causa de grandes prejuízos a atividade.

Nesse contexto, o FarmPoint pergunta: você já teve problemas com predadores na sua propriedade? Como evita esse problema?

Participe deixando a sua experiência no box abaixo! Agradecemos desde já a sua participação!

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

Joaquim Carlos Ferreira de Mello

Itupeva - São Paulo - Produção de ovinos de leite
postado em 01/11/2012

Aqui o problema são os cachorros, se não tiver uma cerca segura não dá para criar pequenos e médios animais, ja perdi muitos frangos caipira criados solto e tambem ovelha prenhe.

NICOLAAS M. NIENHUYS

Castro - Paraná - Varejo
postado em 05/11/2012

A nossa Fazenda Bennevento com Cababanha Bennevento era situado num lugar distante do centro urbano. Serra, muito canyon. Onça e lobo Guara fazem parte de vidfa selvagem.
Construimos uma cerca eletrica com apenas 5 fios e 60 cm de altura. Nunca perdemos um animal. Ano passado mudamos a cabanha para uma outra propriedade onde todos os vizinhos avisaram que não podiamos criar ovelhas neste lugar pois havia muito cachorro. Até presente momento não perdemos um animal, pois construimos uma cerca eletrica de novo que mantém todos estes predadores fora.
A ITC DO BRASIL já ajudou muitos produtores com cerca eletrica. Uma cerca bem feita com uma eltertificadora certa segura qualquer animal e avasta prededores.
Podemos mencionar muitos casos de succeso. Entre em contato conosco. Abraço

Igor Vaz

Pelotas - Rio Grande do Sul - Produção de ovinos
postado em 05/11/2012

Temos propriedade em Bagé na fronteira com o Uruguay. Somos criadores de ovinos e bovinos. De uns anos pra cá o aparecimento do javali se tornou o maior de todos os problemas que já enfrentamos. Esta praga dizima uma criação. De 2010 até este ano já perdemos em torno de 500 ovinos mortos pelos porcos,  e estou falando de casos que podem ser confirmados. Este ano de 2012 tem sido aterrorizador para todos os criadores da minha região (Costa do Velhaco nas Palmas em Bagé e Berta do Cerro e arredores em Pinheiro Machado). Já tenho relato de vários vizinhos que perderam toda parição de cordeiros por causa do ataque do predador. Nossa estratégia este ano foi atrasar a cobertura para ocorrerem as pariçoes em outubro, mas mesmo assim foi terrivel. Tenho combatido caçando com os empregados ou eventualmente recebendo grupo de caçadores para ajudar. Conversando com um colega de Herval ele me indicou que a melhor opção é cerca elétrica e veneno. Cerca elétrica devido a extensão enorme e extensão de campo que temos ainda é um projeto que nao será executado este ano, e o envenenamento tentamos e até o momento não surtiu efeito.  Um outro detalhe apenas, o javali não mata apenas o ovino, já nos matou alguns bovinos também, mas não em número grande como os ovinos. E enquanto isso o ministério da agricultura e ibama fazem vista grossa perante este predador diabólico não ajudando a combater, criando muitos empecilhos para os únicos que estão ajudando (no caso os caçadores registrados) e quando esta praga se propagar por todo o Brasil já será tarde demais.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade