Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Comunidade > Fique Atento

Evento debate qualidade da produção leiteira do Nordeste

postado em 22/10/2012

Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Discutir as potencialidades da produção do leite no Nordeste, elencar ameaças, pontos fortes e fracos, ampliar conhecimento e assistência técnica, fazer uso de inovações e tecnologias. Esses são alguns pontos que serão debatidos nas seis mesas redondas programadas para a décima edição do Encontro Nordestino de Leite e Derivados - Enel, realizado pelo Sebrae no Maranhão e parceiros institucionais. O evento será de 24 a 26 de outubro, no município de Imperatriz, uma das principais regiões produtoras de leite do estado.

Com uma hora e meia de duração, os temas das mesas redondas são Potencialidade Leiteira Bovina, Caprina e Bubalina no Maranhão e no Nordeste (dia 24); Melhoramento genético de rebanhos leiteiros - uso da biotecnologia disponível, sua eficiência e enfoque econômico (25); Planejamento nutricional para grandes e pequenos ruminantes leiteiros nos períodos seco e chuvoso (25); Bubalinos e Caprinos no Negócio do Leite e Derivados (26); Melhorando a Eficiência Produtiva - a experiência Balde Cheio e experiência com bubalinos leiteiros (26) e Indústrias Lácteas e o Mercado de Leite e Derivados (26).

"São assuntos que trarão reflexões importantes para o fortalecimento da cadeia de leite no Nordeste, região que apresentou evolução na última década, sendo a terceira que mais cresceu em participação nesse período, em torno de 69%. Foram mais de 3,8 bilhões de litros de leite, de acordo com dados de 2009 do IBGE, que correspondem a 13,1% da produção nacional", explica o coordenador estadual do evento e gerente de Operações do Sebrae Maranhão, Mauro Borralho de Andrade. E completa: "a evolução é significativa, mas ainda é necessário atingirmos patamares mais altos. O Enel foi criado com esse propósito: aproximar os elos da cadeia, discutir gargalos, potencialidades e melhorias que devem ser implementadas para o crescimento do setor".

Entre as instituições participantes das mesas redondas estão técnicos e pesquisadores da Universidade Estadual do Maranhão, Universidade Federal do Maranhão, Embrapa Caprinos e Ovinos, Meio Norte e Embrapa Pará, Associação dos Criadores do Maranhão (Ascem), Serviço Nacional da Indústria (Senai), Laticínio São José e Laticínio Palate.

O Enel é promovido pelo Sebrae desde 2003 com objetivo de aproximar os diversos elos da cadeia produtiva do leite, melhorar a qualidade do produto no Nordeste e elevar a sua competitividade no cenário nacional. A primeira edição aconteceu em Natal (RN). Desde então, o evento é realizado de forma itinerante nos estados nordestinos - este é o primeiro ano que o Maranhão sedia o Enel.

O encontro é destinado a empresários, produtores rurais, indústrias de laticínios, fornecedores de máquinas e equipamentos, profissionais em geral, queijarias artesanais, estudantes, empresas especializadas, instituições e consumidores em geral.

Programação

A bovinocultura, ovinocaprinocultura e bubalinocultura de leite norteiam o evento em 2012. Além de mesas redondas, palestras, oficinas, clínicas tecnológicas e painéis, o X ENEL contará com exposição de animais e demonstração de raças leiteiras; pavilhão com 48 estandes de máquinas e equipamentos, serviços, insumos e embalagens. Ações paralelas como Encontro de Negócios, Vitrine de Produtos Lácteos, Concurso de Lácteos, Cine Produtor e atendimento a empreendedores também devem atrair visitantes.

A matéria é da Agência SEBRAE de Notícias, adaptada pela Equipe AgriPoint.

Entre em contato com o autor deste artigo através do formulário abaixo!

deve ter o formato de 10 a 11 dígitos (ddd + telefone ou 0800, 0300, etc.)
Por favor digite o código de verificação contido na caixa ao lado:

3000 caracteres restantes

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade