Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Comunidade > Fique Atento

XXV Fenovinos acontecerá no centro do estado do RS - inscrições a partir de 1º de abril

postado em 01/04/2013

Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A Fenovinos 2013 acontecerá de 15 a 18 de maio em Julio de Castilhos (RS) e tem como realizadores juntamente com a Associação Brasileira de Criadores de Ovinos (ARCO), o Núcleo de Criadores de Ovinos de Júlio de Castilhos, Prefeitura Municipal e Sindicato Rural. A feira itinerante de ovinos tem sido uma das mais importantes exposições de fomento e desenvolvimento da ovinocultura em regiões onde a cultura ainda não está firmada como força produtiva.

As inscrições para a XXV Fenovinos abrem a partir de hoje (1º de abril) no site da ARCO. www.arcoovinos.com.br

A Fenovinos:

A feira foi criada pela ARCO em 1987 e sempre teve caráter itinerante e rotativo, prestigiando todas as regiões do RS e de outros estados, sendo considerada também uma prévia de Expointer. Em 2010 a 22ª Fenovinos aconteceu em Ponta Grossa no Paraná, onde foi recebida com festa e bastante interesse pelos produtores paranaeneses.

A edição de 2011, aconteceu em Uruguaiana (RS) e reuniu cerca de 238 animais, sendo 170 galpão e 17 trios de rústicos. Em 2012, em Bagé (RS) participaram 205 ovinos sendo 133 galpão e 18 trios de rústicos

Júlio de Castilhos:

Júlio de Castilhos está localizado no centro do estado do RS às margens da BR 158 destacando-se no cenário do agronegócio, principalmente, na produção de grãos e também na pecuária. Há 30 anos, o rebanho efetivo era de 60 mil ovinos e com a desvalorização da lã aliado à entrada da agricultura, o rebanho atual é de 12 mil ovinos. Atualmente, a carne ovina está muito valorizada com mercado ascendente e a lã com boas perspectivas. Neste sentido, pode-se produzir genética e muita carne de cordeiro, exclusivamente a pasto porque depois da safra da soja, a área de pastagem cultivada no inverno é vasta e com muita qualidade. Além disso, por ser em uma região onde a agricultura tem força máxima, não falta sub-produtos para suplementação dos animais nas épocas de entressafra.

As informações são da ARCO, adaptadas pela Equipe FarmPoint.
 

Entre em contato com o autor deste artigo através do formulário abaixo!

deve ter o formato de 10 a 11 dígitos (ddd + telefone ou 0800, 0300, etc.)
Por favor digite o código de verificação contido na caixa ao lado:

3000 caracteres restantes

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade