Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Agronegócio: Brasil vende quase 39% mais aos árabes

postado em 26/03/2007

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Mais uma vez o Brasil ampliou seus embarques para os países árabes. Nos dois primeiros meses deste ano o agronegócio faturou US$ 615,5 milhões, com incremento de 38,73% em relação ao mesmo período de 2006. No total, foram US$ 7,3 bilhões em produtos agropecuários exportados.

Os principais produtos embarcados foram carnes, açúcar, café, produtos florestais, animais vivos, fumo, lácteos, fibras e produtos têxteis, couros e derivados e outros produtos de origem animal. Entre os embarques que mais cresceram estão os de lácteos (302%), café (186%) e animais vivos (57%).

Para o secretário-geral da Câmara Árabe, Michel Alaby, os resultados demonstram a competitividade dos produtos agropecuários brasileiros. "O Brasil é uma das ilhas de eficiência da agricultura mundial. Apesar do câmbio desfavorável, o setor continua a abrir mercados e ampliar a pauta", observou.

Só em fevereiro, as exportações do agronegócio aos árabes renderam US$ 266 milhões, um aumento de 31,85% em comparação com o mesmo mês do ano passado.
E o presidente da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Antonio Sarkis Júnior acredita que ainda há muito mais espaço para ampliar as vendas do setor. "Os números provam que nós estamos certos, que é preciso trabalhar para expandir as exportações em geral e também do agronegócio", declarou.

As informações são da Agência de Notícia Brasil Árabe.

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade