Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

AL investirá na rastreabilidade de ovinos e caprinos

postado em 02/03/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A assinatura de um convênio entre o Governo do Estado, por meio da Agência de Fomento de Alagoas (Afal), Cooperativa dos Agricultores Familiares de Delmiro Gouveia (Coofadel) e o Sebrae Alagoas, traz uma boa perspectiva para cerca de 200 agricultores familiares do alto Sertão de Alagoas. O programa de Fortalecimento da Cadeia de Ovinocaprinocultura envolve R$ 388 mil em investimentos para especializar os pequenos produtores familiares nas fases da produção, abate e comercialização de animais de corte.

De acordo com o programa, a Afal, órgão vinculado à Secretária do Planejamento e do Desenvolvimento Economico (Seplande), investirá cerca de R$ 170 mil para a compra de equipamentos e meios para o rastreamento do animal. Por meio de um software e pela identificação nos brincos, os produtores irão acompanhar a vida do animal, verificando itens como peso, vacinas e procedência, entre outros itens, desde o seu nascimento até a etapa final.

Para o secretário Luiz Otavio Gomes, a ação contribui para a concretização da determinação do governador Teotonio Vilela Filho ao secretariado: o apoio e o fomento ao pequeno negócio, que representa segmento significativo em número e geração de postos de trabalho. "A Afal tem como missão principal o fomento e desenvolvimento do pequeno negócio", afirmou o secretário. Ele ressaltou também o desafio de vencer os índices sociais negativos de Alagoas.

Segundo o presidente da Cooperativa, Pedro Soares Neto, o mercado atual pede produtos de qualidade, além de certificação de origem, onde o consumidor final terá a segurança de que adquiriu uma carne rastreada. A carne será processada no frigorífico instalado em Delmiro Gouveia, onde ainda ocorrerão ajustes de infraestrutura e compra de equipamentos.

O diretor de Desenvolvimento e Projetos da Afal, Fábio Leão, informou que o Programa de Fortalecimento da Cadeia de Ovinos e Caprinos faz parte da carteira de fomento que a instituição financeira alagoana possui em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID/Fumin - Fundo Multilateral de Desenvolvimento). Segundo o diretor, a meta é criar uma oferta de produtos certificados e rastreados com inspeção sanitária federal, a fim de ampliar o acesso dos produtos aos diversos segmentos do mercado consumidor de Alagoas e também para a exportação, contribuindo para o desenvolvimento do setor produtivo de ovinos e caprinos.

Alagoas Mais Ovinos

A Cooperativa de Agricultores Familiares de Delmiro Gouveia faz parte do Arranjo Produtivo Local (APL) de ovinocaprinos e está inserida no programa governamental Alagoas Mais Ovinos, no qual a família produtora ganha uma ovelha para a criação e, após determinado tempo, devolve ao Governo uma fêmea e um filhote, a fim de multiplicar o rebanho de qualidade na região

A reportagem é da Agência Alagoas, adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade