Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Bolsa Bode tem saldo positivo no primeiro ano

postado em 17/05/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Projeto social e econômico no semiárido cearense comemora um ano de atividades com muito sucesso. O Bolsa Bode já mostra bom resultado ao longo dos 12 meses. Quem está dentro das ações, não esconde a alegria de poder participar do crescimento do empreendimento rural no criatório de caprinos e ovinos.

Os 20 bolsistas devolveram para a Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente uma matriz para o fortalecimento da segunda etapa que irá contar com a participação de jovens de idades entre 18 e 25 anos. Fábio Sousa Magalhães, de 19 anos, residente na Comunidade de Riacho das Pedras, recebeu no início do Bolsa Bode dez ovelhas. Agora conta com 31 animais, duplicando seu rebanho em 12 meses. Hoje, segundo ele, cada animal custa em média R$ 120. "Agora sou o meu próprio patrão. Ganhei por definitivo um aprisco para criação de 36 animais, uma capineira de 2 hectares, além de melhorias nas cercas da propriedade", comemora Fábio, que irá devolver a bolsa de incentivo em julho, por ocasião da festa Tejubode. Ele devolveu para a Prefeitura uma fêmea de ovino.

Para o secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente de Tejuçuoca, Paulo César, com a criação do Bolsa Bode o rebanho de caprinos e ovinos cresceu em torno de 70%. "Somente os 20 jovens apresentaram 380 animais de alta linhagem. Agora iremos trabalhar com uma nova turma, a fim de mudarmos esses conceitos. Aqui, quem tem aptidão para criar bode e ovelha tem apoio", garante.

O prefeito da cidade, Edilardo Eufrázio, diz que tem apoio dos bancos do Brasil e Nordeste, Secretaria de Desenvolvimento Agrário, Ematerce, Sebrae, além de outras instituições para que o programa tenha sucesso. "É como diz o adágio popular, não damos o peixe, mas ensinamos a pescar. O meu projeto de governo é trabalhando que crescemos, por isso colocamos a infraestrutura do Município para capacitar, orientar e executar projetos voltados para o crescimento socioeconômico de Tejuçuoca. Graças a Deus estamos combatendo o desemprego na região", comemora o gestor.

Presente no aniversário do programa, o técnico da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), Itamar Lemos, disse que o Governo do Estado irá incentivar o plantio de palmas para melhorar a cadeia alimentar dos criadores de ovinos e caprinos, por meio do Programa Hora de Plantar. Em Tejuçuoca, foram plantadas 200 mil raquetes de palmas.

Quem também aposta no sucesso do Bolsa Bode é Tufir Said, um dos maiores criadores de cabras leiteiras no Estado do Ceará, das raças Saanen e Alpina Americana. Ele fez doações de quatro matrizes para incentivar a caprinocultura leiteira no Município de Tejuçuoca, cidade conhecida como capital cearense do bode.

As informações são do Diário do Nordeste, resumidas e adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade