Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

CICB comemora 50 anos de fundação

postado em 11/05/2007

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) comemorou na quarta-feira (9), durante o IV Encontro Nacional do Couro, 50 anos de fundação. Hoje a entidade representa 800 indústrias de curtume em todo o país.

Cinco décadas após a fundação, as exportações brasileiras de couro saltaram de 19 mil toneladas embarcadas em 1956, para 400 mil toneladas exportadas no ano passado.

Técnicos, profissionais e representantes de instituições parceiras também receberam homenagens por terem contribuído com o crescimento do setor. A gestora nacional da carteira de Couro e Calçados do Sebrae, Anna Patrícia Teixeira, foi uma das homenageadas. "Trabalhamos para continuar essa parceria e pretendemos beneficiar todas as cadeias produtivas envolvidas, que vão desde a aquicultura, animais silvestres e ovinocaprinocultura", afirmou.

O Sebrae, em parceria com o CICB, desenvolveu o Programa Brasileiro da Qualidade do Couro (PBQC) para aprimorar a qualidade do couro bovino e caprino brasileiro. De 2004 para 2006, o PBQC capacitou 58.341 produtores, profissionais, universitários e estudantes de escolas técnicas de 23 estados do país.

Uma das grandes conquistas do setor foi a lei nº 11.211, aprovada pelo Congresso e sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Também conhecida como 'Lei do Couro', está em fase de regulamentação. A nova legislação vai valorizar a matéria-prima couro, além de proteger o consumidor, que saberá a autenticidade e procedência do produto.

As informações são de Regina Xeyla, da Agência Sebrae de Notícias.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade