carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Criadores de ovinos iniciaram contatos com a Inglaterra para melhora do rebanho da raça Suffolk no Brasil

postado em 29/07/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Ovinos Suffolk (ABCOS), Bruno Garcia Moreira, esteve na Inglaterra para conhecer e manter contato com os criadores de Suffolk do país, além de conhecer um pouco mais sobre a Suffolk Sheep Society, a associação nacional de Suffolk inglesa.

O objetivo da aproximação entre os criadores dos dois países é manter relações para a melhora do rebanho da raça no Brasil. A compra de sêmen dos animais ingleses deve estar mais acessível e os preços devem girar em torno dos praticados nos últimos anos, diz Moreira. “Estamos trabalhando para que esses custos possam ser mais atrativos para nossos associados”, afirma ele.



Durante a viagem foram visitados seis rebanhos ingleses, no qual os animais vivem em seu habitat natural e foi possível constatar, que as condições brasileiras para a criação desses animais é bastante favorável. “O Suffolk é uma raça bastante rústica, que se adapta muito bem a qualquer tipo de campo. O Brasil, por ter um pasto muito extenso é ideal para o manejo de Suffolk” – explica o presidente da ABCOS.

A Royal Highland Show Sheep 2013, também foi um dos destaques da visita, pois o presidente da ABCOS pôde acompanhar um dos mais importantes eventos da ovinocultura mundial. “Isso é muito importante para que possamos estabelecer melhor as regras para os julgamentos no Brasil, a partir da padronização das características do Suffolk inglês” – diz o presidente da ABCOS.

O presidente da ABCOS ainda afirma que esse é primeiro contato com criadores ingleses e que a ABCOS está trabalhando para as relações entre os dois países de intensifique. “É um passo muito importante para que haja a troca de informações, tanto nas experiências que temos aqui no Brasil, e principalmente, na tradição que os criadores ingleses possuem na criação do Suffolk, sobretudo para garantir as características principais dos animais e de uma carne cada vez mais saborosa e competitiva” – salienta.

As informações são da ABCOS, adaptadas pela Equipe FarmPoint.

 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade