Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Embrapa estuda uso de plantas da caatinga na estiagem

postado em 29/09/2010

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Pesquisadores da Embrapa desenvolvem, em Pernambuco, um trabalho que pode ajudar os criadores de cabras e ovelhas durante a estiagem. Eles ensinam a preparar um alimento nutritivo e barato para o rebanho, utilizando as plantas da caatinga.

Com o pasto seco, a solução para muitos produtores é a compra de ração em casas que vendem produtos agropecuários, porém, o custo é alto. O projeto, desenvolvido pela Embrapa, estimula o uso das plantas do semiárido para nutrição dos caprinos e ovinos. De acordo com a pesquisa realizada pela instituição, as espécies, a exemplo da maniçoba, são tão nutritivas quanto o pasto comum da caatinga. "A maniçoba é uma cultura nativa, ela é muito bem adaptada, ela tem uma produtividade verde muito significativa para a alimentação animal. Apesar de uma certa toxicidade, ela pode ser aproveitada na forma de feno e silagem", diz Salete Moraes, zootecnista da Embrapa. A ração é composta pelas plantas trituradas e armazenadas em reservatórios, onde ficam guardadas até o início da estiagem, quando os animais começam a ser alimentados.

A pesquisa da Embrapa também testou outras espécies, como a palma e a leucena, uma leguminosa adaptada ao semiárido. "Existem alguns alimentos ricos em energia e algumas espécies são ricas em proteína. Então, o produtor deve fazer uma associação para que ele encontre um equilíbrio nutricional e a diminuição dos custos dessa alimentação", conclui Salete.

A informações são da Agência de Notícias de Caprinos e Ovinos (ANCO), resumidas e adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade