Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Estudo identifica desafios do Brasil para a proteção dos recursos naturais e aumento da produção

postado em 09/12/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Os recursos naturais do Brasil proporcionam imenso potencial para que o país alcance seus objetivos econômicos e ambientais. No entanto, usar a terra de forma eficiente, o que permitiria que o país atingisse esses objetivos, é um grande desafio. Um novo estudo do Climate Policy Initiative, "Produção e Proteção: Um Primeiro Olhar Sobre Importantes Desafios para o Brasil", indica que há margem no país para melhorias na proteção de recursos naturais e simultâneo aumento da produção agropecuária. Em termos de proteção, o país se beneficiaria de um aumento no custo de desmatar, assim como do desenvolvimento de incentivos de mercado que promovam práticas sustentáveis. Do ponto de vista de produção, há espaço para promover o crescimento da produção agropecuária brasileira através de ganhos de produtividade, sem que haja comprometimento da conservação ambiental.

– A análise do Climate Policy Initiative identifica desafios e oportunidades para aumentar a produtividade da terra atualmente utilizada para produção agropecuária e melhorar a proteção da vegetação nativa no país. Ela mostra que, adotando a estratégia correta, podemos tanto promover o crescimento da nossa economia quanto proteger nossos recursos naturais – diz a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

Há expressiva variação da produtividade agropecuária entre as cinco regiões brasileiras, assim como dentro delas. Muito dessa variação pode ser atribuída a fatores não geográficos, incluindo acesso a serviços financeiros, tecnologia, mercados de arrendamento de terra, cooperativas e infraestrutura. O estudo investiga tais fatores no contexto dos principais setores agropecuários brasileiros, identificando formas de aumentar a produtividade de cada setor.

A infraestrutura brasileira, por exemplo, acomoda uma capacidade de armazenamento total do país de 80% da colheita, muito abaixo dos 120% recomendados. Além disso, a condição precária de muitas estradas aumenta o custo do transporte. Transportar uma tonelada de soja de um dos municípios brasileiros líderes em produção do grão até seu ponto de exportação é quase três vezes mais caro do que transportar essa quantidade de soja por distância semelhante até um porto nos Estados Unidos.

O Climate Policy Initiative recomenda a implementação imediata de dois esforços importantes. Primeiro, introduzir o monitoramento regular e frequente de áreas representativas dos principais usos de terra no Brasil para viabilizar a identificação e análise de ganhos de eficiência. Segundo, integrar ações entre agências governamentais e empresas privadas para estruturar e desenvolver uma estratégia de produção e proteção.

As informações são do Climate Policy Initiative, adaptadas pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade