Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Geadas reduzem safrinha de milho

postado em 02/07/2008

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O impacto das geadas na safra brasileira de milho como um todo ainda é pequeno, de 53,4 milhões de toneladas serão colhidas 51,5 milhões, mas no Paraná as perdas já somam 1,3 milhão de toneladas e no Mato Grosso do Sul mais 620 mil toneladas.

Até agora, as perdas da safrinha do Paraná foram da ordem de 20% e no Mato Grosso do Sul de 22%, segundo o consultor do Centro de Estudos Agrícolas da Fundação Getulio Vargas, Mauro de Rezende Lopes.

Mas o economista informou que o estrago para produtores de alguns municípios nos dois estados não produzirá grande abalo no suprimento de milho para o Sudoeste do Paraná e Oeste de Santa Catarina, onde se concentra o maior complexo agroindustrial do Brasil consumidor do insumo.

Os preços, entretanto, estão em ascensão: de R$ 18,00 o saco, os negócios atingiram R$ 20,50. Em algumas regiões chegou a R$ 30,00, cedendo depois para R$ 28,00.

Essa elevação não se deve apenas à redução da safrinha. O fato de que pelo menos uma grande integradora começou a comprar mais cedo o grão, para formar seus estoques e reservas estratégicas, contribuiu. "É possível que todas as integradoras sigam o mesmo caminho, comprando o milho antecipadamente", previu Lopes.

As informações são do jornal online Último Segundo.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade