Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

MT Legal deve ser prorrogado

postado em 16/11/2010

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O governador Silval Barbosa (PMDB) confirmou a remessa para apreciação dos deputados estaduais de Projeto de Lei ampliando em 2 anos o prazo final para que todos os proprietários rurais aderissem ao programa MT Legal que visa a preservação de áreas ambientais, bem como a recuperação de parte daquelas já abertas ou degradadas, promovendo um equilíbrio entre o setor produtivo e o meio ambiente. A reunião aconteceu na última quinta-feira (11) no Palácio Paiaguás com representantes de diversas entidades ligadas ao setor produtivo.

"Nossa intenção é facilitar o quanto antes para os produtores e criadores de animais, pois sabemos que eles são parte importante e essencial de nossa economia. Só que vamos facilitar para aqueles que forem responsáveis e demonstrarem interesse em preservar áreas existentes ou recuperar as degradadas", explicou Silval Barbosa.

Na última reunião, ficou decidida a ampliação para que os produtores fizessem a adesão ao programa MT Legal, o que será remetido na semana que vem à Assembleia Legislativa com pedido de urgência urgentíssima na apreciação. "A prorrogação desse prazo é suficiente e necessária para que o produtor consiga aderir ao MT Legal", afirmou Rui Prado, presidente da Famato que informou ainda que dos 140 mil produtores rurais do Estado, apenas 6,999 mil fizeram adesão ao sistema. O último prazo é dia 16 de novembro.

Uma preocupação colocada diz respeito ao novo Código Florestal Brasileiro que se encontra em tramitação final na Câmara dos Deputados e que prevê ações divergentes em relação ao MT Legal, que segundo os deputados está em comum acordo com o Código Florestal do Estado que também está em vias de ser aprovado.

Além de diretores da Famato estiveram na reunião representantes da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec).

A reportagem é da Gazeta, adaptada pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

José Ricardo Skowronek Rezende

São Paulo - São Paulo - Produção de gado de corte
postado em 16/11/2010

Parabéns ao governador pela sensibilidade e votos de esperança na aprovação pelos deputados estaduais da prorrogação do prazo do MT Legal. A revisão iminente dos Códigos Floretais da União e do Estado do MT explica por si só a necessidade da iniciativa.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade