Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

MT: ovinocaprinocultura está em expansão

postado em 01/10/2009

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O setor da ovinocaprinocultura é um dos que mais prometem crescimento no Estado de Mato Grosso, com rebanho estimado em 500 mil cabeças (IBGE). O rebanho caprino na região Centro-oeste cresceu, de 1997 a 2008, 56%, ao passo que o ovino cresceu 70%. Tanto que, além das plantas de frigoríficos existentes, mais três serão instaladas no próximo ano em diferentes regiões do Estado. Na avaliação do coordenador da cadeia da ovinocaprinocultura, que está dentro do programa do MT-Regional, o zootecnista Paulo de Tarso Santos Martins, os empresários e demais pessoas que pretendem realizar investimentos em agropecuária têm neste setor uma grande oportunidade de retorno rápido.

Segundo Paulo de Tarso, a atividade acena como uma possibilidade real de se tornar em pouco tempo um negócio altamente lucrativo. "Suas vantagens são maiores em relação a outras atividades". Ele se diz animado com a evolução do setor nos últimos anos. Já que há criadores em praticamente todas as cidades do Estado que fazem parte dos Consórcios Intermunicipais de Desenvolvimento Econômico, Social, Ambiental e Turístico do Estado. Com um maior destaque para o Consórcio do Complexo Nascente do Pantanal.

Quanto aos frigoríficos, o município de Rondonópolis terá a instalação de uma planta pela Corfrigo Frigorífico LTDA, que pretende investir aproximadamente R$ 9 milhões e gerar 54 empregos diretos e 150 indiretos. A empresa terá capacidade para abate de 900 animais por dia. As instalações serão projetadas para industrializar os produtos, estando capacitada para produzir alimentos para atender grandes centros e até mesmo exportar. Rondonópolis ainda tem o frigorífico Estância Celeiro, que tem uma capacidade de abate de até 50 animais por dia. Os outros frigoríficos vão ser instalados nos municípios de Vila Rica, Terra Nova do Norte e Pontes e Lacerda.

A reportagem é da ANCO, resumida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2022 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade