Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Opine: o que mais onera hoje seu sistema produtivo?

postado em 06/05/2010

16 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A inserção da análise de custos no contexto do agronegócio é imprescindível para a expansão da competitividade e acompanhamento dos valores e operações realizadas na propriedade, possibilitando a descoberta das causas para a obtenção de lucro ou prejuízo. O FarmPoint está lançando esta enquete para saber o item que mais onera hoje os custos de produção dos criadores de ovinos e caprinos no Brasil.

É importante que todos tenham em mente que se deve produzir com controle de custos e avaliação econômica para evitar ilusões e prejuízos futuros. Com análises periódicas e bem elaboradas pode-se detectar falhas no sistema produtivo a fim de solucioná-las e gerar aumento de receita ou redução de custo.

O FarmPoint conta com a participação dos leitores e as respostas serão compiladas e comentadas por professores e pesquisadores que trabalham na área de custos de produção. Participe!

Deixe sua opinião no box abaixo:

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Comentários

Jonas Rodrigues

Dourado - Mato Grosso do Sul - Trader
postado em 06/05/2010

O que mais onera hoje a minha produção são os custos com alimentação do rebanho. Aqui a seca é braba e preciso dar um suplemento para os animais continuarem produzindo.

Denis

Pinhão - Sergipe - Produção de ovinos
postado em 06/05/2010

Manejo sanitário - vermifugos, vacinas, ferramentas, etc etc. São muitos os problemas sanitários dos ovinos, precisamos prevenir essas enfermidade, não há outra opção!

jacques azambuja

Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Consultoria/extensão rural
postado em 06/05/2010

Sao os fertilizantes de base e corretivos.

Tobias Marino

Porto Rico - Paraná - Produção de caprinos de leite
postado em 06/05/2010

O que mais onera a minha produção são os adubos/fertilizantes para o manejo da forragem. Varia muito de preço e eu acabo sempre gastando mais com isso.

Marco Antônio Borges

Goiânia - Goiás - Produção de leite
postado em 06/05/2010

Boa noite.No meu modo de ver o que mais onera minha produção é o sal mineral, as vacinas.

Maurício Prestes Bragagnollo

Dom Pedrito - Rio Grande do Sul - Estudante
postado em 06/05/2010

No nosso sistema produtivo (ovinocultura), o que mais pesa no final do mês ou até no final do ciclo de produção é o custos de produção, ou seja, custos com medicamentos; nutrição; fertilizantes; impostos e mão-de-obra pois se torna indispensável qualificarmos o trabalho no campo e ao mesmo tempo temos um custo com isso. Achei importante salientar essas onerações de produção pois se os preços de nossos produtos como o "cordeiro" fossem melhores remunerados os custos de nossa produção seriam menos preocupantes!!!

Jaime de Oliveira Filho

Itapetininga - São Paulo - Consultoria/extensão rural
postado em 06/05/2010

Quando a mão de obra não é sua e sim de um colaborador os encargos são pesados e se ele cuidar bem de outros iténs compensa , mas se fôr desleichado com as ovelhas é mais oneroso ainda.

Marita Vidal

Arapari - Pará - Produção de ovinos
postado em 07/05/2010

O que mais onera hoje a minha produção são os gastos com mão de obra (esta difícil de encontrarmos mão de obra para trabalhar com ovinos) e alimentação dos animais, pois acredito que a nutrição seja a chave do sucesso de qualquer produção animal.

Ernani Pagels Barbosa

João Pessoa - Paraiba - OUTRA
postado em 07/05/2010

Sem dúvidas, a mão de obra. Pois se voce contratar pessoal capacitado (zootecnista e pessoal treinado), fica muito caro. Se trabalhar sem pessoal qualificado terá sérios problemas no manejo, aumentando sensilvelmente suas perdas e custos. Como sair desta encruzilhada?

Quirino de Freitas

Fernandópolis - São Paulo - Produção de ovinos
postado em 08/05/2010

A mão de obra. Acredito que as prefeituras deveriam abrir mais concursos para zootecnistas, veterinários e agrônomos, pois estes não conseguem sobreviver sendo pagos por pequenos produtores (que vivem na corda bamba)!. Acho que assim, com o governo fomentando o trabalho desses profissionais, sairíamos dessa encruzilhada.

Henrico Dinapolli

Santa Maria - Rio Grande do Sul - Produção de ovinos
postado em 09/05/2010

O que mais onera a minha produção hoje é a mão de obra de técnicos da área e os gastos para manter o rebanho saudável - manejo sanitário. Como na minha região os solos são muito férteis, não tenho consideráveis gastos com adubações, etc. Abs.

SILVIA GROTTO

Toledo - Paraná - Produção de ovinos
postado em 10/05/2010

Questão sanitária (verminose), mão de obra qualificada, alimentação balanciada, cultivo de pastagens e a pior questão: comercialização de meus animais pra abate.

Na minha propriedade tenho 100 ovelhas e o grande problema é a questão sanitária e uma grande infestação por Haemonchus contortus. Estou tendo um custo alto e uma baixa conversão alimentar por consequencia disso. Aqui nesta região esta sendo problemática a criação de ovelhas e agora estou fazendo uso de um fitoterápico que esta me dando um bom resultado.


LUIZ CARLOS NUNES DOS SANTOS

Salvador - Bahia - Produção de ovinos
postado em 10/05/2010

O que mais onera é mão de obra - pessoal especializado é caro e difícl de conseguir, de tratadores a veterinários.

Jose Guedes Neto

Solonópole - Ceará - produçao de pardo suiço e santa ines e somalis bra
postado em 10/05/2010

Na minha região é o concentrado e mão de obra. Mas devemos colocar nas contas tambem o gasto com o vigia para vigiar o vigia que pode ser ladrão tambem. Abraços a todos...kkk

joão ernani barboza duarte

Vacaria - Rio Grande do Sul - Consultoria/extensão rural
postado em 10/05/2010

Sem dúvidas são os impostos, de adubos, agrotóxicos e mão-de-obra, que somados ultapassam 70% dos custos

Igor Vaz

Pelotas - Rio Grande do Sul - Produção de ovinos
postado em 27/05/2010

Manejo de qualidade tem seu custo, mas o preço irrisório da lã e a falta de frigorificos que abatam ovinos desmotivam totalmente a produção. Portanto na ovinocultura gaucha vejo como gargalo os preços baixos da lã e a falta de frigorificos.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade