Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Projeto Aprisco Nordeste visa criar plano de marketing

postado em 04/02/2010

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Uma reunião do Projeto Aprisco (Apoio a Programas Regionais Integrados e Sustentáveis da Cadeia de Ovinocaprinocultura) Nordeste foi realizada na manhã de ontem (3), na sede do Sebrae Piauí em Teresina. Com a participação de técnicos do setor, representantes da associação de criadores e empresários do segmento, o projeto envolve os nove estados do Nordeste - Piauí, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Paraíba, Sergipe, Alagoas, Bahia e Rio Grande do Norte - e tem o objetivo de organizar o segmento da ovinocaprinocultura regionalmente.

"Uma das ações prioritárias desse projeto é a elaboração de um plano de marketing regional, que irá nortear várias ações relacionadas a esse plano", informa o gestor do Projeto Aprisco do Sebrae/PI, Fabiano Chaves.

O foco do encontro foi o levantamento de informações junto ao setor da ovinocaprinocultura de cada estado para que seja elaborado um plano de marketing visando incrementar a comercialização dos produtos dessa cadeia produtiva, através de ações relacionadas à publicidade, propaganda e promoção do segmento.

"Estamos conversando com consultores, gestores, especialistas e associações de todo o Nordeste para compreender como funciona a cadeia da ovinocaprinocultura para que possamos estabelecer um caminho para pesquisar o consumidor final e os demais segmentos do mercado", afirma a gestora de tratamento de dados da Dados, Informações e Pesquisas (DIP Assessoria), de Recife, Carol Beltrão.

Para o presidente da Associação Piauiense de Criadores de Caprinos e Ovinos (Apiccovi), Francisco Duarte Barbosa, essa ação é de grande destaque. "É necessário quebrar o estigma que existe contra o consumo de carne de ovinos e caprinos, sendo que somente conseguiremos isso conhecendo melhor os problemas de produção, comercialização e consumo. Vamos detectar essas questões mediante uma pesquisa. Com esses resultados trabalharemos para inserir a carne de ovino e caprino no mercado e melhorar a comercialização da cadeia produtiva".

A reportagem é da Agência SEBRAE de Notícias, resumidas e adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2022 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade