Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

RN: laboratório itinerante realizará exames em caprinos e ovinos

postado em 15/07/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Considerada referência na ovinocaprinocultura, a Região Oeste do Grande do Norte concentra 54% do rebanho de caprinos e 40% dos ovinos existentes no estado. Para garantir a qualidade e saúde do rebanho potiguar, assim como a consolidação da cadeia produtiva do setor, o Sebrae no Rio Grande do Norte colocará, durante a Festa do Bode 2011, um plantão de atendimento com a oferta de diversos serviços voltados à orientação dos criadores de caprinos e ovinos da região. O evento ocorrerá de 4 a 7 de agosto próximo, no Centro do Comercialização de Animais Armando Buá, em Mossoró.

Numa estrutura dotada de equipamentos laboratoriais específicos, denominada de "Bode Móvel", serão realizados diversos exames capazes de detectar a presença de doenças nos animais, tais como verminoses e eimerioses. No local, também serão feitos exames de ultrassonografia,e orientação no processo de escolha de animais durante a comercialização. O atendimento, que faz parte das ações do Projeto Aprisco do Sebrae, ocorrerá das 17h às 22h.

"A iniciativa é uma forma de garantir mais qualidade ao rebanho da região, que é uma grande produtora de caprinos e ovinos do estado, e necessita deste tipo de trabalho, que envolve e estimula a cadeia produtiva", explica o gestor estadual do Projeto Aprisco do Sebrae no Rio Grande do Norte, Vamberto Torres,

Também gerente do escritório do Sebrae, em Pau dos Ferros, Vamberto Torres, afirma que a falta de um diagnóstico precoce pode causar a morte dos animais. Essas doenças prejudicam diretamente a produção caprina leiteira e de carne para corte. "Sabemos que é comum esse tipo de doença entre os animais, mas é preciso cuidar, porque as verminoses e eimerioses podem causar a morte. Por isso estamos trazendo este serviço na Festa do Bode. O criador precisa ficar atento para evitar problemas com os animais", alerta Torres.

Projeto Aprisco

Com parte do cronograma de ações do Sebrae na Festa do Bode, ocorrerão palestras e seminários para caravanas de criadores. Destaque para as temáticas relativas à produção e à conservação de forragem ,com métodos de feno e silagem, e a sanidade animal, com abordagem de diversas doenças comuns aos rebanhos de ovinos e caprinos.

De acordo com números do IBGE de 2008, o Rio Grande do Norte possui um rebanho de 409.359 caprinos, dos quais 222.463 animais estão concentrados na Região Oeste. Já no caso dos ovinos existem no estado um total de 532.846, sendo que o Oeste potiguar concentra 218.425 animais.

O Projeto Aprisco do Sebrae está presente em 14 municípios do Rio Grande do Norte, com ações permanentes de capacitação e estratégias que garantem inserção no mercado e inovação tecnológica nos rebanhos. O trabalho, realizado desde 2005 atende atualmente a 720 produtores das regiões Central, Oeste e Seridó, contando com a parceria da Fundação Banco do Brasil, por meio do Programa Bioma da Caatinga.

As informações são da Agência Sebrae de Notícias, adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade