Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Testes de desempenho podem melhorar rendimento de produtores de ovinos

postado em 17/05/2013

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Os produtores de ovinos estão demorando para usar registros de desempenho como um método para melhorar seus retornos financeiros, mas um dos entusiastas do uso de dados de cria afirmou que esse poderia gerar um bônus de cerca de £1000 (US$ 1.522,10) por carneiro.

Samuel Boon, que é gerente da Signet, que faz a maioria dos trabalhos de registros de dados no Reino Unido, disse que existe uma série de razões pelas quais produtores comerciais de ovinos deveriam comprar carneiros com altos valores estimados de cria (EBV, sigla em inglês). “Maiores taxas de crescimento, redução dos dias para o abate e melhorias na conformação da carcaça podem ser obtidos além de uma série de benefícios colaterais”, frisou ele.

Ele destaca que os resultados de um estudo de dois anos feito com cordeiros de pais da raça Suffolk sob condições variáveis de clima mostraram que em quase todos os casos, a progênie dos carneiros com desempenho registrado com altos índices foram melhores do que aquelas selecionadas puramente a olho. “Há uma mensagem realmente positiva aqui. O fato de que esses resultados foram replicados em várias fazendas e em diferentes estações fortalece essa mensagem”, disse Boon. “Isso mostra que um investimento em genética superior é uma forma importante para os produtores de ovinos aumentarem os retornos do rebanho”.

Samuel também acredita que a indústria está tomando conhecimento das melhorias que podem ser obtidas e admitiu que algumas raças tiveram melhores comprometimentos com o registro de desempenhos, com Llyens e Texels aumentando seus números recentemente, enquanto Charollais e Suffolks permaneceram no mesmo nível nas duas últimas estações.

Comentando sobre o projeto Suffolk, o presidente do Grupo de Estratégias Ovinas da Escócia, Maimie Paterson, disse que depois do trimestre final de 2012 muito difícil e do começo também difícil de 2013, os produtores de ovinos precisam “usar todas as ferramentas disponíveis para ajudar a melhorar suas margens”. “Os resultados do projeto mostram, sem dúvida, que os benefícios do registro de desempenho dos animais são muito reais e simplesmente não podem ser ignorados”.

“Os resultados dos dois anos consecutivos envolvendo 1.300 cordeiros mostraram que a tendência é a favor de pais com alto desempenho”, disse a representante do QMS, Kathy Peebles. “Os dados cumulativos mostram que as probabilidades estão definitivamente a favor dos machos com desempenho registrado”.

Em 16/05/13 – 1 libra esterlina = US$ 1,52210
0,65689 libra esterlina = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

A reportagem é do http://www.scotsman.com, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

Julio Cesar Valduga

São Borja - Rio Grande do Sul - Produção de ovinos de lã
postado em 22/05/2013

Será que encontro criadores de ovinos Charollais (para nós Charoles) no Brasil, ou no Uruguai ou na Argentina?
Ou para importar?
Algum colega poderá me repassar essa informação?

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade