Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Walter Celani: "É chegada a hora de o dono de fazenda se transformar em pecuarista ou agricultor"

Por Walter Celani Junior
postado em 13/12/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O zootecnista e consultor Walter Celani Jr. enviou um comentário para a enquete proposta pelo FarmPoint na semana passada: "Qual será o principal desafio para a ovinocultura brasileira em 2012?" Leia abaixo a carta na íntegra e participe deixando o seu comentário!

Ao invés de escolher um dos temas propostos ou sugerir outro com o devido comentário, opto por comentar os temas propostos na sua totalidade.

Planejamento da Atividade

Esse creio ser um tema muito abrangente e que dá margem para muitas elucubrações pouco produtivas. Esse planejamento depende de associações, cooperativas e talvez de ações governamentais o que não acho apropriado devido ao número de pessoas pouco capacitadas nesse setor. Quando digo pouco capacitadas, quero dizer que pertencem, na sua maioria, à áreas administrativas ou com pouca penetração a campo.

Incentivos fiscais e ações do governo

Se forem incentivos para indústria, é um caso a se pensar. Ações assistencialistas e pouco efetivas do governo, não trarão benefício algum ao setor.

Formalidade do setor

Não creio que seja necessária a preocupação imediata com o abate informal. Temos como exemplo a cadeia leiteira, que se profissionalizou e as indústrias estão pagando melhor o leite com maior teor de sólidos e isso não impediu nem impede a ação do produtor que quer vender informalmente. É mais uma questão sanitária e que deve, aos poucos, ser impetrada. Claro que não deve ser relegada a um plano inferior, quando se trata de saúde pública. O que quero dizer é que esse tema pode ser desenvolvido de forma colateral.

Gestão de propriedade e custos de produção

Esse sim é um tópico importante. É chegada a hora de o dono de fazenda se transformar em pecuarista ou agricultor. Não adianta ter uma propriedade, comprar animais e depois colocar um despreparado para tomar conta, esperando lucrar com isso. Melhor ter uma chácara e saber que vai pagar um caseiro e esse será seu prejuízo mensal. A ovinocultura exige mão de obra delicada e interessada. Não há espaço para o peão que toma sua cachaça todo dia e não tem envolvimento direto com os custos de produção e condições de produção. O custos devem ser levados a termo em todas as instâncias, já que a maioria dos produtores não sabe o quanto lhe custa produzir um quilo de carne ovina e por isso não tem condições reais de argumentar com a indústria sobre preços.

União de produtores

Interessante em alguns aspectos, como compra coletiva de insumos, com redução de custos. Aquisição de animais com o mesmo propósito. Se forem pequenos, organização de estação de monta para produzir em escala e vender à indústria em uma mesma época, eliminando custos de frete por exemplo.

Mão de obra especializada

Esse item está diretamente relacionado à gestão e custos de produção. Mão de obra barata, produtividade proporcional.

Informações confiáveis

A indústria deve produzir esse tipo de informação, através da contratação de profissionais competentes e conhecedores do setor, para trabalhar diretamente com o produtor, fazendo assim a orientação e podendo padronizar o produto desejado.

Marketing da carne ovina

Item desnecessário de preocupação no momento. Não temos carne para suprir o mercado consumidor atual. Se estimularmos mais o consumo, teremos uma explosão desproporcional entre procura e oferta, além do que já temos hoje. Isso trará o mesmo malefício que trouxe ao setor cerca de 5 anos atrás, quando a maioria entrou porque ouviu falar e depois não conseguiu sequer colocar produto no mercado.

Caros senhores, o que foi dito por mim, foi feito de maneira concisa e tenho plena consciência de que vai gerar vários comentários e polêmicas. Mas esse é o objetivo. Falarmos a respeito. Grande abraço a todos!

Walter Celani Jr.
Celular: (34) 9142-9596

Saiba mais sobre o autor desse conteúdo

Avalie esse conteúdo: (3 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade