Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

BA: Feira do Bode fortalece ovinocaprinocultura

postado em 21/07/2009

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Os pequenos produtores dos municípios de Oliveira dos Brejinhos e Brotas de Macaúbas, região oeste do Estado, terão a oportunidade de expor e comercializar os seus produtos na VII Feira do Bode. O evento, que será realizado na comunidade de Várzea Alegre, localizada às margens da BR-242, km 369, pretende aumentar a competitividade da ovinocaprinocultura, produzida na região pelas chamadas comunidades de fundos de pasto.

Essas comunidades são caracterizadas pela ocupação e uso da terra de forma coletiva, com um sistema produtivo baseado na criação extensiva de caprinos e ovinos, no extrativismo vegetal e na agricultura de subsistência. Na Bahia, mais de 13 mil famílias moram em fundos de pasto, distribuídas em cerca de 350 comunidades.

A feira é promovida pela Ceapri (Central de Associações dos Produtores de Caprinos e Ovinos), que foi formada em 1999 e agrega 14 associações dos municípios de Oliveira dos Brejinhos e Brotas de Macaúbas. A central faz a interlocução entre o governo e os produtores para a regularização fundiária de suas propriedades e luta pela geração de emprego e renda na região, que tem como forte a ovino e caprinocultura.

A presidente da Ceapri, Nilza Vieira, afirma que o fortalecimento da agricultura familiar depende de organização e articulação entre os produtores. Ela acredita que a feira é uma oportunidade de reuni-los e promover a troca de conhecimento e experiência.

A Ceapri esforça-se ainda para a implantação de um frigorífico na região, para viabilizar o beneficiamento e o aumento da comercialização. "Queremos fortalecer toda a cadeia, desde a produção até a comercialização", afirma Nilza Vieira.

O Sebrae atua na região através do projeto Território da Cidadania - Velho Chico. "A feira é uma iniciativa dos próprios produtores. Nesta edição, vamos acompanhar e avaliar o andamento do evento, de forma que, a partir de agora, possamos dar um apoio à feira, oferecendo uma melhor estrutura para a sua realização", explica Jonas Bezerra, gestor do projeto Território da Cidadania.

As informações são da Agência Sebrae de Notícias Bahia, resumidas e adaptadas pela equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade