Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Amazônia: desmatamento cai pela metade em um ano

postado em 03/02/2010

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, divulgou ontem (02) a redução de 49% no desmatamento da Amazônia no período de agosto a novembro de 2009 comparado com os mesmos meses de 2008. De acordo com o ministro, é uma queda acentuada sobre um ano que já tinha registrado recorde de redução de desmatamento.

De agosto a novembro de 2009, o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) registrou 1,14 mil Km2 de desmatamento, contra 2,24 mil Km2 no mesmo período de 2008. De acordo com Minc, se o país continuar com esse ritmo, a Amazônia pode fechar o ano com 3,5 mil Km2 de desmatamento, cumprindo com dez anos de antecedência a meta para 2020.

A meta brasileira, coordenada pela ONU, é quebrar 80% do desmatamento na Amazônia até 2020, tomando como base a média de desmatamento entre os anos de 1996 e 2006. Os meses de outubro e novembro impulsionaram os bons resultados de 2009. De acordo com as imagens registradas via satélite do Inpe, houve uma queda de 72,4% no desmatamento. Nesse período foram desmatados 247 Km2 de floresta amazônica, contra 890 Km2 do mesmo período de 2008.

Pará ainda é o estado onde há maior área desmatada de floresta amazônica, mas também apresentou em novembro a maior redução do desmatamento, de 82%. Em novembro de 2009 teve cerca de 40 Km2 desmatados, contra 221 Km2 em 2008.

Em segundo lugar está o Maranhão, com uma redução no mês de novembro de 65%, passando a ter 18 Km2 desmatados. Mato Grosso teve queda de 80%, passando a uma área desmatada em novembro de 8 Km2.

Intervenções como a operação Boi Pirata 2 e a operação Arco Verde, realizadas pelo Ibama, foram grandes responsáveis pela redução, afirmou Minc. "Triplicamos as fiscalizações na região", disse o ministro.

A matéria é de Sofia Fernandes, publicada no Folha Online, adaptada pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade