Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

CE: Rede Wal Mart lançou Projeto Clube dos Produtores

postado em 18/09/2009

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O consumidor cearense poderá economizar na compra de carne de cabrito nas lojas da Rede Wal-Mart e ainda ajudar a incrementar a renda de agricultores locais. O Grupo lançou, em Fortaleza, o projeto Clube dos Produtores, que visa colocar em seus supermercados (Hiper Bompreço, Maxxi Atacado e Sam's Club) produtos cultivados no próprio Estado, vindos direto do campo e facilitando o escoamento da produção gerada na agricultura familiar da região. O projeto está começando com alimentos orgânicos, mel, bebidas lácteas e carne de caprinos, mas em breve será ampliado.

O projeto, que possui mais de três mil famílias cadastradas no Nordeste, se propõe a dar apoio permanente a essas pessoas. "Um dos maiores gargalos dos pequenos e médios produtores e da agricultura familiar brasileira é escoar a produção. Com o Clube, os produtores passam a ter acesso direto ao mercado de varejo por meio das lojas do Wal-Mart Brasil", explica o vice-presidente do Grupo no Nordeste, Rafael Vasquez.

Segundo ele, todos saem ganhando com o projeto. "Os pequenos e médios produtores contarão com o aumento da lucratividade. O cliente terá acesso a produtos de menor preço. Quanto a nós, só o fato de fidelizar o consumidor já vai gerar mais venda para o grupo", pondera Vasquez.

O Clube dos Produtores também promete estimular a profissionalização dos agricultores e garante apoio técnico de engenheiros agrônomos, que farão visita às fazendas e plantações. "O produtor precisa de informações sobre a produção e o beneficiamento dos produtos para ampliar sua produtividade, obter melhor qualidade e reduzir seus custos", enumera o executivo. Segundo ele, o projeto está começando com alimentos orgânicos, mel, bebidas lácteas e carne de caprinos, mas em breve será ampliado.

O Ceará é o quinto Estado nordestino a participar do projeto, que conta com o apoio do governo estadual e do Sebrae/CE. Até o momento foram fechados seis contratos no Estado, envolvendo mais de 20 itens e beneficiando cerca de 800 famílias em nove municípios cearenses.

"Acompanhando os produtores cearenses na implantação do projeto, vimos que desde o início da parceria, eles vem obtendo ao mês um ganho em torno de 15%", festeja.

No Nordeste, o Clube dos Produtores também está presente nos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Somando com o Ceará, são 70 cadastros na Região, abrangendo 80 municípios nordestinos e mais de três mil famílias com a comercialização de mais de 200 itens. As mercadorias do Clube de Produtores possuem selo de identificação que facilita o acesso dos consumidores aos produtos regionais.

Paulo Holanda, proprietário da Indústria de Alimentos Pé de Serra, aposta na comercialização de carnes de caprinos e seus derivados também para regiões do Sul e Centro Sul do Brasil, onde prevalecem criações de bovinos e ovinos.

As informações são do jornal Diário do Nordeste, resumidas e adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade