Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

SP: mercado mantém preço do cordeiro estável

postado em 13/04/2010

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Após a temporada de novembro e dezembro marcada por altos preços, chegando a R$ 4,28 reais e um salto de 14,25 pontos percentuais positivos do dia 02/10 a dia 06/11 na região de Sorocaba, acompanhada pelos altos preços das regiões de Campinas, São José do Rio Preto e Bauru, e após o período de vendas para as festas de final de ano, os preços tenderam à normalidade nas duas últimas semanas de dezembro às duas primeiras semanas de fevereiro.

Já no final de março e primeira semana de abril a tendência foi a alta de preço observada em todas as regiões, exceto São Paulo e Araçatuba. Uma das explicações para tal comportamento de mercado se dá ao fato de nos encontrarmos no período de entressafra do sul do país e as dificuldades encontradas para a importação da carne ovina do Uruguai. Tais fatos diminuem a disponibilidade do produto no mercado de São Paulo, mantendo a demanda e diminuindo a oferta, gerando assim dificuldades de encontrar bons produtos no mercado, ocasionando alta nos preços.

Além de entraves políticos, a importação de carne do Uruguai tende a diminuição também pelo fato de países que antes não aceitavam a carne por não ser desossada agora liberaram o comércio. Assim cada vez mais o Uruguai expande suas fronteiras comerciais, o que contribui para que cada vez mais diminua a comercialização de carne com o Brasil.

Neste contexto o mercado brasileiro se encontra aquecido para as negociações de carne de cordeiro de boa qualidade, mas os altos preços dificultam a negociação do produto com o consumidor final.

A análise de mercado realizada pelo Geagro da USP no mês de abril mostra que o preço do kg do cordeiro no Estado de São Paulo tem se mantido estável variando entre R$ 8.00 a R$ 9,00 o kg da carcaça, dependendo da região. No Paraná, conforme informações colhidas junto a Cooperativa Cordeiro Capana, de Londrina, o preço pago ao produtor tem variado entre R$ 7,80 R$ 8,00 o kg da carcaça.

As informações são do Centro de Inovação Tecnológica e Extensão Universitária (UNICITEX)/USP, adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade